Home » projeto » Santa Casa de Bragança Paulista

Santa Casa de Bragança Paulista

Em vez de prestar cuidados, ela recebeu cuidados. No mês em que completa 143 anos, a Santa Casa de Misericórdia Bragança Paulista reabre as portas à população bragantina e das cidades adjacentes com sua fachada renovada. O prédio histórico centenário erigido em 1898, tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas (Condepacc), teve sua pintura totalmente refeita – o que não acontecia há mais de 25 anos –, graças ao movimento “Tudo de Cor”, da marca de tintas decorativas Coral, pertencente ao grupo holandês AkzoNobel, em parceria com a rede de lojas Saci Tintas. Para colorir os 2 mil metros quadrados de área externa, incluindo portões, janelas, grades e calhas, foram usados 900 litros de tinta, com destaque para a cor camurça.

A renovação do centro de saúde conta com um padrinho ilustre: Daniel Dias, o maior nadador paralímpico da história, com 24 medalhas conquistadas nas últimas três paralimpíadas (Rio 2016, Londres 2012 e Pequim 2008). O atleta natural de Campinas mora e treina, hoje, em Bragança Paulista, ambas cidades do interior paulista, e suas sessões de fisioterapia ocorrem justamente na Santa Casa de Bragança. “Fiquei muito feliz com o convite para ser padrinho da ação. Ao meu ver, a revitalização da Santa Casa é de extrema importância; o edifício não só faz parte da história de Bragança Paulista, como é um patrimônio cultural. Parabéns a todos os envolvidos pela concretização do projeto”, enfatiza o paratleta.

O movimento “Tudo de Cor” é a missão da Coral posta em prática: levar cor para a vida das pessoas, melhorando suas realidades e transformando seus lares e suas cidades. Desde seu lançamento, em 2009, já foram pintados aproximadamente 8.500 imóveis e formados cerca de 4.500 pintores. “A AkzoNobel empenha-se globalmente para melhorar, energizar e regenerar cidades e comunidades e, assim, torná-las mais humanas”, afirma Daniel Campos, presidente da AkzoNobel Tintas Decorativas.

Antes de ser pintado, o prédio da Santa Casa de Misericórdia Bragança Paulista foi restaurado por mão de obra especializada, com recursos oriundos de amigos doadores. O movimento “Tudo de Cor” trouxe visibilidade ao hospital, possibilitando que outras melhorias fossem realizadas, como novos televisores nos leitos do SUS e uma iluminação especial.

“A ideia principal era a restauração do prédio para que não ocorresse sua deterioração. Muitas vezes, pensamos na pintura como estética, mas, nesse caso, foi fundamental para a conservação do edifício”, afirma Saulo de Oliveira Júnior, chefe de Manutenção e Obras da Santa Casa. “A execução do projeto durou em torno de três meses e ficou excelente. Agradecemos muito a Coral pelo fornecimento das tintas, ao Daniel Dias pela participação como padrinho, e também à diretoria do hospital. E desejamos que a Coral continue realizando o ‘Tudo de Cor’ por muito tempo, beneficiando instituições como a nossa”, finaliza.

Para fechar com chave de ouro a renovação da Santa Casa foi realizado um mutirão de pintura que envolveu os colaboradores do hospital, bragantinos, colaboradores AkzoNobel e o ilustre padrinho Daniel Dias. Cerca de 50 pessoas revitalizaram um dos muros e os bancos do pátio da Santa Casa.