Home » projeto » Nu Festival 2017

Nu Festival 2017

Nubank, Instagrafite e Tintas Coral promoveram um circuito cultural e artístico em Pinheiros (SP)

A Tintas Coral, por meio do Movimento Tudo de Cor, deixou o bairro de Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, ainda mais colorido e humano entre os meses de setembro e outubro. O Nu Festival, apresentado pela fintech brasileira Nubank e com curadoria e realização do @instagrafite, teve como objetivo reimaginar a cidade por meio de uma série de intervenções urbanas criadas por alguns dos principais nomes da nova geração da arte pública nacional. A Iniciativa melhorou e energizou o bairro por meio da arte e da cor.

Ao todo foram usados mais de 2500 litros de Proteção Sol & Chuva, produto exclusivo para ambientes externos que protege as superfícies dos efeitos do tempo, garantindo maior durabilidade e acabamento. Os artistas coloriram cinco empenas e duas intervenções espalhadas pelo bairro, todas com Coral.

#NuFestival com #TintasCoral é muito mais animal! Valeu #Nubank e #Instagrafite pela parceria! Rumo à segunda e última semana dessa aventura f*da que vai deixar nossa #CidadeMaisHumana! #TudodeCor #HumanCities

Publicado por Thiago Ghougassian em Sábado, 30 de setembro de 2017

O foco foi incentivar e dar espaço para artistas que ainda não receberam grande apoio, mas já vêm impressionando com seu talento e potencial. Entre eles a paulista Anne Galante,  conhecida pelos seus gigantescos trabalhos em tricô. Ao todo foram dez atrações, entre murais, instalações e performances, todas em grande escala, em espaços públicos do bairro.

Confira os artistas que participaram deste festival e que deixaram um legado singular para nossa cidade:

   

Em breve: Revitalização da Praça Mateus Grou com os artistas do B47

“O Nu Festival é a oportunidade que precisávamos para mostrar ao público artistas nacionais e latinos que estão dialogando de maneiras inovadoras com a rua. A nossa curadoria visa trazer artistas que vieram de outras áreas, como a arquitetura, a moda e o design, para mostrar que arte pública vai muito além do graffiti, e pode coexistir com outras técnicas, materiais e talentos”, ressalta Marcelo Pimentel, fundador e diretor do Instagrafite.

Todas as obras foram produzidas de 25 de setembro e 8 de outubro e o público pode participar de atividades gratuitas e exclusivas, entre elas 16 palestras e 4 workshops, que aconteceram durante os dois finais de semana do evento.